Diocese de Novo Hamburgo

Padres da Diocese participam de Retiro Espiritual em São Leopoldo

- Padre Fábio Luís Galle

Os padres da Diocese de Novo Hamburgo participaram do Retiro Espiritual na cidade de São Leopoldo. O Encontro foi realizado nos dias 20 a 23 de setembro, no Centro de Espiritualidade Cristo Rei – CECREI. Tendo como tema: “Cuidado do Espirito como qualidade de vida”, e sob a orientação do Bispo Diocesano de Bagé, Dom Frei Cleonir Paulo Dalbosco.

De acordo com o orientador, o retiro é uma oportunidade que cada retirante tem para uma revisão de vida e um reabastecimento das coisas de Deus. Ele destaca que: “todo sacerdote precisa fazer o seu retiro anual, essa força interior será o sustento para manter viva a sua vocação e será uma luz no seu ministério e missão”.

 

Ele também acrescenta que o retiro é uma oportunidade para fortalecer a vida interior, fortalece a unidade e a comunhão entre o clero e o seu bispo. O religioso complementa que, “o orientador principal é sempre o Espirito Santo. Esses dias de retiro é um serviço ao Reino de Deus que vai se multiplicando no trabalho e na missão de cada membro do clero dessa importante Igreja particular.

De acordo com o religioso, o sacerdote é chamado para atualizar a proposta do Evangelho. Essa é a missão de todos os batizados. O sacerdote é o animador e o entusiasta dessa missão. “Para que o ministério sacerdotal seja fecundo é necessário beber na fonte que é a Palavra e a Eucaristia.  Deve-se cultivar os valores evangélicos que são os alicerces da missão que lhe é confiada. A exemplo do mestre, o sacerdote é chamado a ensinar, administrar e santificar seu ministério com humildade e simplicidade”.

Em relação a fraternidade presbiteral, o bispo, a define como: “família dos sacerdotes”. Todos caminham com mesmo objetivo, concretizar o Reino de Deus. As diferenças de cultura, raças e costumes de cada um de seus membros, se bem administrados, contribuirão para o crescimento e satisfação de cada um e de todos. Ela é o caminho da comunhão e da unidade de todo o clero. Como diz o Papa Francisco na Fratelli Tutti, “Somos todos irmãos”. A fraternidade presbiteral tem uma grande riqueza que é a diversidade de dons e carismas de seus membros, quando esses são colocados a serviço de todos, os frutos do Reino se multiplicam, destaca Dom Frei Cleonir.

 

Mensagem do Bispo Dom Frei Cleonir para os padres e fiéis da Diocese de Novo Hamburgo:

“Minha gratidão a Dom Zeno e, na pessoa do Padre Monteiro, coordenador da fraternidade presbiteral, deixo meu agradecimento a cada membro do Clero da Diocese. Volto para minha Diocese fortalecido espiritualmente e animado pela amizade e acolhida. Deus continue abençoando a missão de todos e de cada um. Que a Benção de Deus se entenda a todos as lideranças e fiéis da Diocese de Novo Hamburgo”.

Fraternalmente, Dom Frei Cleonir

 

Texto: Padre Fábio Luís Galle

Fotos: Padre Fábio Luís Galle