Diocese de Novo Hamburgo

38º Encontro Regional de Presbíteros reúne cerca de 80 participantes no CECREI

- CNBB SUL 3

ENCONTRO REGIONAL › 18/11/2021

38º Encontro Regional de Presbíteros reúne cerca de 80 participantes no CECREI

Com o tema Diocesaneidade no ministério presbiteral, cerca de 80 padres e bispos das 18 arqui/dioceses do Regional Sul 3 da CNBB participaram do 38º Encontro Regional de Presbíteros. O encontro, que aconteceu no CECREI, em São Leopoldo, iniciou na segunda-feira (15) e se estendeu até esta quarta (17) e também contou com a presença de Dom Adimir Mazali, Bispo Referencial para a Pastoral Presbiteral no Regional.

Para auxiliar os participantes na reflexão do tema, assessorou o encontro o Pe. Humberto Robson de Carvalho, da Arquidiocese de São Paulo-SP. Além do tema proposto, Pe. Humberto também se apoiou no lema: Vinde a mim todos vós que estais cansados e carregados de fardos e eu vos darei descanso (Mt 11, 28).

Pe. Rudinei Lasch é Presidente da Comissão Regional dos Presbíteros no Regional Sul 3 e explica que os Encontros Regionais, como o ocorrido nesta semana, são uma importante oportunidade de formação, encontro fraterno, partilha de vida, momentos celebrativos e reflexão sobre a missão do presbítero no contexto pandemico.

“O Encontro nos anima para viver a comunhão sacerdotal e cuidarmos uns dos outros, pois somos todos irmãos. Refletimos sobre a vivência da diocesaneidade e a importância de formar o coração para cuidarmos da humanidade do presbítero, em suas alegrias e sofrimentos”, destaca.

No que diz respeito a avaliação deste 38ª Encontro, ele ressalta que foi muito positivo, especialmente depois deste tempo de impossibilidade da realização de encontros presenciais por causa da pandemia do Covid-19:

“O Encontro superou nossas expectativas, em participação e comunhão presbiteral. Os padres estavam sentindo falta destes encontros, pois a pandemia nos privou desta convivência. Sofremos a dor da perda de irmãos nossos. Realizamos formações virtuais, mas a convivência presencial nos faz muito bem para o nosso ministério. Celebramos o Mistério de Cristo e nos alimentamos da Palavra e da Eucaristia, gerando comunhão e pertença a Igreja num caminho de sinodalidade. O assessor, Padre Humberto Robson de Carvalho, destacou a importância do cuidado com a saúde física, espiritual e emocional. É preciso viver a diocesaneidade através do amor a Deus e ao próximo”, conclui Pe. Rudinei.

Um dos participantes deste 38º Encontro foi o Pe. Neimar Schuster, da Diocese de Montenegro, que ressalta: “sempre é bom participar do encontro de presbíteros”.

“Com o tema da diocesaneidade e trabalhando temas importantes como a formação e a fraternidade, além de poder retomar os encontros com os colegas de todo o estado, o encontro serviu para uma positiva atualização para atuarmos em nossas dioceses na pastoral presbiteral”, avalia Pe. Neimar.

Da Arquidiocese de Passo Fundo foram três padres participantes do encontro, entre eles o Pe. Leandro de Mello. Para ele a relevância deste encontro de presbíteros transpõe os três dias de partilha e alteridade. “É oportunidade para dar continuidade na formação permanente e na fraternidade presbiteral no Regional Sul 3”, destaca.

“O tema que trabalhamos diz respeito a relação do padre com a arqui/diocese, o bispo diocesano, a fraternidade presbiteral e a missão de servir ao povo de Deus. Compartilho a alegria de participar deste salutar encontro dos padres neste contexto contemporâneo marcado por realidades adversas”.

Durante o encontro, Pe. Leandro também apresentou o livro de sua autoria “Escutar e Assessorar: Protagonismo na Pastoral da Juventude”, fruto de estudos e experiência pastoral com jovens.

Carta do 38º Encontro de Presbíteros

Os prebíteros presentes divulgaram também a Carta do 38º Encontro Regional de Presbíteros, que você pode acessar clicando aqui.

O documento relata as atividades destes 3 dias de encontro e aponta: “A Espiritualidade do padre diocesano
fundamenta-se no seguimento a Jesus Cristo, o Bom Pastor, que amou a sua Igreja e por ela se entregou. Nosso carisma expressa-se no amor pela diocese, na unidade com o bispo, na vivência fraterna presbiteral e na predileção amorosa e serviço ministerial dedicado ao povo de Deus a nós confiado”.

O texto diz ainda que “O Encontro foi marcado pela convivência fraterna e partilha de experiências. Manifestamos nossa profunda comunhão com os irmãos presbíteros do nosso Estado, especialmente os que passam por provações, nossa solidariedade aos que morreram vitimados pelo COVID-19”.

Por fim, conclui: “Desejamos que o Espírito Santo nos conduza na missão de cuidar do rebanho a nós confiado, invocamos a proteção de Nossa Senhora Medianeira e São Pedro”.

CNBB Sul 3